5 sinais de que você pode ter insuficiência ovariana e ficar infértil antes dos 40


O sistema reprodutivo feminino é movido, basicamente, por hormônios. São eles que possibilitam a menstruação e a gravidez. Sua ação é diminuída apenas com a menopausa. No entanto, existe uma situação em que eles entram em declínio antes mesmo dos 40 anos e, como resultado, você pode ficar infértil. Aprenda, a seguir, a reconhecer a insuficiência ovariana.

Insuficiência ovariana: o que é?
A insuficiência ovariana – também chamada de falência ovariana precoce – é uma alteração que faz com que os ovários deixem de produzir hormônios e de liberar os óvulos normalmente. Apesar de terem suas diferenças, esse acometimento é frequentemente confundido com menopausa precoce.

A causa pode ser genética, estar relacionada a quimioterapia e radioterapia ou a doenças autoimunes.

Infertilidade
O obstetra e ginecologista Alfonso Massaguer, especialista em reprodução humana da Clínica Mãe, explica que mulheres com falência ovariana precoce podem apresentar ciclos menstruais irregulares durante anos e até mesmo obter a gestação de forma espontânea.

Por outro lado, a má qualidade dos óvulos poderá impedir o sucesso das técnicas de reprodução humana quando o casal decidir engravidar. Por isso, algumas mulheres precisarão de óvulos doados.

Além da infertilidade, podem ocorrer outras consequências da queda hormonal precoce, como osteopenia, osteoporose, depressão e ansiedade.

Sinais de insuficiência ovariana




Com a insuficiência, os ovários deixam de produzir hormônios e liberar óvulos

Menstruação desregulada
Caso a sua menstruação seja desregulada já há alguns anos ou começou a ficar assim depois que você engravidou ou parou de tomar a pílula, consulte um médico.

Existem diversas causas para a ausência de menstruação, até estresse pode ser uma delas, mas só um profissional poderá dizer qual é o motivo exato.

Ondas de calor e suor noturno
Assim como acontece na menopausa, a queda hormonal está relacionada com a sensação de fogachos, uma onda de calor corporal muito forte e sem motivo aparente.

Secura vaginal
A diminuição do hormônio estrogênio também causa secura vaginal, que pode acarretar em dor e sangramento durante o ato sexual.

Diminuição do desejo sexual
A falta de tesão também está relacionada à diminuição dos hormônios. Nesse caso, o sintoma pode ser contornado com o tratamento médico adequado.

Irritação ou dificuldade de se concentrar
Não são só sexuais os sintomas da baixa hormonal. A irritação e a dificuldade de concentração também podem ser sinais da doença.

Diagnóstico e tratamento
De acordo com o ginecologista, alguns aspectos são levados em consideração para fazer o diagnóstico., como o antecedente familiar de menopausa precoce. “Dosagens hormonais, aspecto dos ovários no ultrassom e estímulo ovariano com hormônios são ferramentas que nos ajudam no diagnóstico”, explica.
O tratamento costuma ser feito com reposição de hormônios, mas, caso a mulher já esteja infértil, não existem meios para restaurar a capacidade de engravidar.

Vimos em Bolsa de Mulher

Torta de ABOBRINHA com MILHO VERDE!!!

 


Ingredientes

1 lata de milho verde
2 abobrinhas pequenas
10 colheres de sopa de farinha de trigo (não muito cheias)
1/4 de xícara de óleo
½ xícara de leite
1 colher de chá de fermento químico
2 ovos
50 g de queijo parmesão ralado
½ colher de sopa de orégano
5 colheres de sopa de azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
Noz moscada a gosto

Preparação:
Etapa 1
Misturar todos os ingredientes secos em uma vasilha grande. Bater o o eo, os ovos, o azeite e os temperos e adicionar aos ingredientes secos, misturando bem com a ajuda de um fouet.

Etapa 2
Ralar as abobrinhas. Adicionar o milho e a abobrinha ralada depois que tudo estiver bem misturado.

Etapa 3
Untar e enfarinhar um pirex quadrado de 25 cm de lado. Despejar a mistura no pires e polvilhar um pouco mais de queijo ralado.

Etapa 4
Levar ao forno médio até dourar, cerca de 45 minutos.

Detalhes

Pessoas: 4
Complexidade: Fácil
Tempo de preparação: 15min.
Tempo de cozimento: 45min.
Custo: Econômico

Importante | 6 Dicas para reconhecer um ataque cardíaco antes que ele aconteça


Na sociedade atual, em que o número de obesos aumenta, bem como o consumo de produtos industrializados, ricos em gorduras, açucares e sal, não é incomum que muitos sofram com problemas cardíacos. Ataques cardíacos são um risco real e presente e todo cuidado é necessário para evitá-los.

Segundo o Ministério da Saúde, o infarto do miocárdio é uma das principais causas de morte no Brasil, ocorrendo cerca de 400 mil casos de ataques cardíacos com aproximadamente 70 mil mortes por ano.

E, como quem avisa, amigo é, resolvemos dar algumas dicas fáceis de como saber se você ou alguém próximo está na iminência ou correndo risco de ter um ataque cardíaco.

1. Fadiga
Em outras palavras, aquele cansaço sem causa aparente. Isso acontece por causa do estreitamento das artérias, fazendo com que o coração receba menos sangue do que está acostumado e forçando-o a trabalhar mais que o normal. Por conta disso, a pessoa sente-se cansada e sonolenta o tempo todo.

2. Falta de ar


Quando o coração bombeia menos sangue, o pulmão tem mais dificuldade de transportar o oxigênio e, consequentemente, há menos oxigênio para si próprio. Ambos os órgãos funcionam em conjunto, logo, se um não funciona bem, o outro também falhará em suas tarefas. Sentir falta de ar sem motivo aparente não é nada bom e deve-se recorrer o mais rápido possível ao médico.

3. Fraqueza


Quando se sente fraqueza repentina, é porque as artérias não estão permitindo a circulação sanguínea adequada pelo corpo. Os músculos, sem a quantidade necessária de nutrientes e oxigênio transportados pelo sangue, ficam mais fracos, podendo provocar, inclusive, quedas.

4. Tontura e suor frio


A má circulação do sangue pelo corpo afeta também o cérebro, provocando a sensação de tontura e é comum se sentir desengonçado e desastrado, como uma má coordenação repentina dos movimentos.NUNCA ignore este sintoma, pois sua vida pode estar em risco.

5. Pressão no peito


Quando se está tendo os sintomas de um princípio de ataque cardíaco, é normal que se sinta (ou que venha se sentindo) dor ou uma pressão do lado esquerdo do peito. A má notícia é que esses sintomas só aumentam até o momento em que o ataque em si ocorra.

6. Ter sintomas de resfriado ou gripe
Esse é um sintoma estranho, mas que pode ocorrer em algumas pessoas. Quando se tem os mesmos sintomas de um resfriado, do nada, pode significar que um ataque cardíaco é iminente. Sabe-se que há pessoas que já se queixaram de ter tido sintomas de resfriado antes dos seus ataques ocorrerem.



Se você ou alguém próximo possui alguns desses sintomas, procure a ajuda médica o mais rápido possível, pois, em muitos casos, é possível que se saia do quadro com nenhuma ou poucas consequências importantes.

Fontes: NHI, Medicine Net

Para as mulheres: 10 sinais do câncer conhecido como “O assassino silencioso”

 

Milhões de mulheres, em todo o mundo, morrem de câncer de ovário todos os anos.



A genética e o uso indevido de anticoncepcionais são alguns fatores estão associados à doença.

Este tipo de câncer é silencioso.

Por isso é muito importante fazer exames regularmente.

Diagnosticar o problema antes do avanço é essencial para salvar a vida.

No entanto, 80% das mulheres que descobrem o câncer de ovário já estão num estágio muito avançado.

Assim, trouxemos uma lista que jamais deve ser ignorada:

1. Dores frequentes nas costas

Se não forem resultado de problemas nas articulações e osteoporose, então é melhor procurar um médico, pois pode ser sinal de câncer no ovário.

2. Dor no abdome e bacia

Sente frequentemente dor no estômago ou na pélvis?

Não ignore.

Este também é um dos sintomas do câncer de ovário.

3. Ciclos irregulares

Um estudo recente revelou que as mulheres acima de 55 anos têm mais chances de desenvolver câncer de ovário.

Mas isso não quer dizer que as jovens estão livres disso.

Observe a regularidade do seu ciclo menstrual

Se notar que está muito irregular, procure um médico.

Observação: Também é possível que meninas desenvolvam a doença antes mesmo do primeiro ciclo menstrual.

4. Cansaço frequente

Náuseas, tonturas, falta de apetite e indisposição o tempo todo são alguns sintomas relacionados a mulheres que lidam com câncer de ovário.

O que acontece é que quase 80% das mulheres têm pelo menos um desses sintomas antes de descobrir que sofrem de câncer.

5. Sensação de gases

Muitas pensam que se trata de algum problema digestivo, mas pode ser mais um sintoma do câncer de ovário.

6. Dor durante a relação sexual

Segundo uma publicação da revista Medical News Today, dores durante a relação sexual é um forte sintoma e um dos primeiros que se sente quando está com câncer no ovário.

Além disse, também há o aumento da necessidade de urinar, juntamente com uma forte pressão na região pélvica – se você sente isso, procure um médico rapidamente.

7. Vômitos

O câncer de ovário pode provocar náuseas, vômitos e, por consequência, emagrecimento.


8. Estômago inchado

Sua barriga incha como o de uma mulher grávida?

Consulte um médico imediatamente.

9 . Crescimento excessivo de pelos ou queda de cabelo

Este não é um sintoma comum de câncer de ovário, mas não deve ser ignorado.

Algumas mulheres, em vez de crescimento de pelos, podem ter queda de cabelo.

10. Prisão de ventre

O câncer de ovário tem forte influência sobre o sistema digestivo, principalmente na fase inicial.

O resultado disso são as dores no estômago, problemas para digerir alimentos, perda de apetite e gases.


fonte: Cura pela Natureza

Clara de ovo emagrece e reduz flacidez da pele


Tratado durante muito tempo como um vilão, o ovojá mostrou que tem uma lista extensa de benefícios. O que provavelmente pouca gente sabe é que aclara do ovo ajuda a emagrecer e aumenta a produção de colágeno, deixando a pele mais firme.

A nutricionista Silvia Lancellotti, da Clinica Caixeta lista as propriedades e os principais benefícios da clara de ovo.



A clara do ovo oferece sensação de saciedade

Benefícios

A albumina, presente em grande quantidade na clara do ovo, é uma proteína poderosa que estimula o desenvolvimento dos músculos e promove sensação de saciedade. Rica em vitaminas do complexo B, potássio e ferro, a clara ainda melhora a disposição e a concentração. “Composta basicamente água e proteínas, ela ajuda a prolongar a saciedade, sendo grande aliada no processo de emagrecimento”, completa.

Segundo a especialista, a clara de ovo também atua na reparação, manutenção e desenvolvimento da massa muscular. Além disso, ela minimiza a flacidez da pele porque impulsiona a produção de colágeno no organismo.

“Rica em aminoácidos essenciais e minerais, como zinco e manganês, a clara do ovo também promove a formação de neurotransmissores e proporciona sensação de bem-estar graças ao triptofano, que estimula a seretonina”, afirma.



A dica da nutricionista é consumir a clara cozida

Como consumir

De acordo com Silvia, a melhor maneira de consumir a clara é por meio do ovo cozido. “Deixe-o no fogo de três a cinco minutos contando depois que a água começar a ferver”, ensina.

A especialista afirma que consumir até duas porções por dia é o ideal para aproveitar os benefícios do alimento. Ela alerta ainda que crianças menores de um ano não devem consumir o alimento por ser considerado um alimento com alto potencial de causar alergias.

Vimos em Bolsa de Mulher

Síndrome do Choque Tóxico: absorvente interno aumenta risco da doença, que pode levar à morte




A Síndrome do Choque Tóxico (SCT) é uma doença grave, porém rara, que pode levar à morte. Ela é causada por toxinas produzidas pela bactéria Staphylococcus aureus. Manifestada quase exclusivamente em mulheres, a condição foi primeiramente relacionada ao uso de absorventes internos de alta absorção e material sintético. Recentemente, uma modelo californiana ganhou a mídia ao contar sua história: ela precisou amputar uma perna após complicações causadas pelo SCT.

Hoje, sabe-se que a SCT pode ser causada por outros fatores, incluindo a exposição a bactérias no ambiente hospitalar. No entanto, o uso de tampão ainda está associado ao maior risco da doença.

O que é?

Segundo explica a ginecologista Rita Oliveira da Silva, da clínica Rezende (SP), a Staphylococcus aureus é uma bactéria que existe normalmente no corpo da mulher. No entanto, quando ocorre sua proliferação intensa, são produzidas toxinas em excesso, que causam a SCT. O uso prolongado de absorvente interno favorece essa multiplicação rápida.

Nos Estados Unidos, a incidência da doença é de apenas 0,0005%, sendo que metade dos casos ocorre em mulheres que fazem uso de absorventes internos.

Causas

Absorvente interno

As causas exatas da Síndrome do Choque Tóxico não são completamente conhecidas. O ginecologista Daniel Luchesi, da clínica Livon (SC), conta que, nos primeiros relatos da doença nos Estados Unidos, notou-se que grande parte das pacientes que manifestaram a condição fazia uso de um absorvente interno que retinha muito fluxo e não era trocado. “Ficou estabelecido que o absorvente íntimo de grande capacidade e de uso prolongado serviria de meio para a propagação da bactéria responsável pela SCT”, diz. “Atualmente, com as mudanças na capacidade, componentes e padrões de utilização destes produtos, o número de casos caiu”, complementa.





Absorvente interno: perigo está no uso prolongado, por mais de 8 horas seguidas, que favorece infecções

Tamanho ou tempo de uso?

Mais relevante do que a capacidade de absorção do tampão é o tempo de uso. O maior risco está em permanecer com o mesmo produto durante muito tempo, já que o acúmulo de sangue retido nas fibras favorece lesões no canal e proliferação de bactérias. O tamanho do acessório deve estar de acordo com o fluxo menstrual.

A recomendação do Dr. Daniel é que a troca seja feita a cada quatro horas, já que o clima tropical do Brasil também favorece o aumento de bactérias. É importante notar que o absorvente externo não aumenta o risco da Síndrome do Choque Tóxico, mas pode levar a outros tipos de infecções bacterianas se usado de forma prolongada, sem troca.

Outras
Além do uso de absorventes internos, outra possível forma de contrair a doença é pela exposição a bactérias, especialmente em ambiente hospitalar, e após procedimentos cirúrgicos, quando há lesões na pele. Em outros casos, não é possível identificar o foco da infecção.

Sintomas





Dor de cabeça e tontura repentinas e fortes são possíveis indicativos da doença

Os sintomas começam de forma súbita e depois evoluem para manifestações mais graves. Logo no início, o paciente pode apresentar:

  • Febre alta
  • Dor de cabeça
  • Dor de garganta
  • Olhos avermelhados
  • Cansaço extremo
  • Confusão e tontura
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Erupção cutânea, semelhante a uma queimadura de sol, em todo o corpo

Após 48 horas, ele pode entrar em estado de choque.

Entre o 3º e 7º dia, a pele das palmas das mãos e plantas do pé se soltam.

“A Síndrome do Choque Tóxico provoca anemia e lesões nos rins, fígado e músculos, principalmente nos primeiros sete dias”, destaca Dr. Daniel.

Como tratar?

Como os sinais iniciais são similares aos de muitas outras doenças comuns, o diagnóstico da Síndrome do Choque Tóxico é dificultado. Porém, a Dra. Rita alerta que, na suspeita da SCT, o indivíduo deve ser hospitalizado imediatamente. “Se a ação não for rápida, há o risco de óbito”, afirma.

O tratamento deve ser em unidade de terapia intensiva (UTI) com uso de antibióticos por, no mínimo, 10 dias. É feita também uma drenagem no foco da infecção.





A troca de material sintético pela fibra de algodão na composição dos absorventes internos reduziu a incidência da SCT

Como posso me proteger?

Dr. Daniel salienta que, atualmente, os absorventes internos são feitos de fibras de algodão e não mais sintéticas, como na década de 1980, o que diminuiu a incidência da doença. No entanto, ainda vale a recomendação de não exceder oito horas consecutivas de uso do mesmo tampão e, preferencialmente, trocá-lo a cada quatro horas, especialmente durante o clima mais quente.

Aos primeiros sintomas da doença, retire imediatamente o absorvente interno e procure um médico, informando-o que você estava usando um tampão.

Vimos em http://www.bolsademulher.com

Ondulações nas unhas? Descubra como tratar e evitar



Toda mulher adora desfilar unhas bem feitas e bonitas, mas além da estética, a aparência das unhas serve para avisar quando há algo de errado em nosso corpo. Unhas esbranquiçadas podem significar anemia,amareladas podem apontar uma ação de fungos. As ondulações nas unhas, no entanto, costumam ser causadas por traumas como uma batida,na matriz da unha, região localizada logo abaixo da cutícula.

Ondulações nas unhas podem ser efeitos de doenças

“As ondulações podem sinalizar também uma infecção, deficiência nutricional ou alteração glandular (paratireoides). As causas podem ser uma deficiência fisiológica ou algum trauma, psoríase, doenças que cursem com febre, quimioterapia, deficiência de zinco, alergia ou inflamação do tecido ao redor da unha.

As unhas são produzidas na parte viva, chamada de matriz, que contém microtrilhos que norteiam seu crescimento. Quando ocorre um trauma, alguma cicatriz pode ser formada, impedindo o crescimento perfeito da unha.
Retirar cutículas com excesso pode causar ondulações nas unhas

pode sim ser comprometido também com a retirada excessiva das cutículas. Esses traumas podem levar a inflamações e infecções, gerando algumas ondulações ao longo das unhas.


“Isso pode acontecer por hábito de cutucar a cutícula na hora de fazer a mão ou por calçados apertados. Para evitar os traumas nesta região, ao fazer a mão, por exemplo, remova apenas o excesso da cutícula hidrate com produtos adequados ou se possível não retire as cutículas apenas empurre.

Umidade excessiva e fungos do tipo cândida também podem causar a inflamação da cutícula, provocando algumas imperfeições nas unhas. Quando as unhas apresentam também espessamentos, descolamentos e alterações na coloração, os problemas podem ser causados por lesões características na pele, como psoríase e líquen plano.
Como tratar e evitar que apareçam

Como as unhas dizem muito sobre nossa saúde, procurar um médico é sempre uma boa pedida mas existem medidas, a longo e curto prazo, que podem ajudar no aspecto. É importante ficar atenta na hora de afastar e retirar a cutícula, já que essa pode ser a causa das ondulações. Para um efeito imediato, existem as lixas polidoras, que vão deixar sua unha mais lisinha e ajudar na hora da esmaltação também.

A melhor forma é evitar traumatizar a matriz ungueal: alicates e até espátulas usada de forma errada pode prejudicar. É importante identificar a causa da alergia e tratá-la.

A alimentação adequada é sempre importante para manter as unhas saudáveis e evitar que as imperfeições apareçam. Vale apostar também em produtos para hidratação das unhas, à base de vitamina C e Zinco.



Vimos em http://makelyne.com

Esqueça o silicone: 6 plantas que aumentam o tamanho dos seios naturalmente



Muitas mulheres desejam aumentar o tamanho dos seios.
Por isso se submetem a cirurgias plásticas e ao uso de substâncias nada saudáveis como silicone.

Mas e se houvesse uma maneira de aumentar os seios sem colocar silicone, sem sentir dores e sem o consumo de remédios químicos?

Felizmente, graças à natureza, isso é possível!

Há seis plantas que agem de forma intensa dentro do corpo, resultando no aumento dos seios.

Conheça cada uma delas e suas propriedades.

1. Feno-grego

Trata-se de uma poderosa semente originária da Grécia.

Encontra-se em lojas que vendem temperos e especiarias.

Você só precisa colocá-la num recipiente com água durante a noite toda.

No dia seguinte, passe esta água nos seios e massageie.

2. Anis-estrelado
Esta é uma erva chinesa, rica em substâncias (como estrogênio) que aceleram o crescimento da mama.

Basta tomar o chá da planta três vezes por dia (ferve-se 1 litro de água com 1 colher de chá de anis).

Tome durante sete dias.

Dê uma pausa de uma semana e retome por mais sete.

Se quiser prosseguir, fique fazendo sempre esse ciclo de 7 com chá e 7 sem tomar.

3. Funcho/erva-doce
Ele contém fitoestrogênios.

O que isso significa?

Que ele estimula o crescimento do peito e da produção de leite das mamães que estão amamentando.

Além disso, essa planta é rica em dianethole, photoanethole e anthole, substâncias que aumentam a secreção de estrogênio no corpo e reduzem cólicas em bebês.

Neste caso, recomenda-se o consumo da planta em saladas ou na forma de chá.

4. Alcaçuz
Esta planta também tem grande efeito sobre os seios.

Além disso, contém as mesmas propriedades e benefícios do funcho/erva-doce.

A melhor maneira é consumir o chá: misture duas colheres (sopa) de raízes de alcaçuz em um litro e meio de água.

Ferva, desligue o fogo, abafe por dez minutos, coe e beba.

5. Pueraria-Mirifica
Esta planta cresce na Tailândia e é muito usada em produtos de antievelhecimento.



E tem a incrível capacidade de aumentar as mamas.

Não é à toa que há tantos cremes que contêm esse forte ingrediente.

No Brasil, é mais fácil mandar manipular o extrato da planta sob a forma de cápsulas.

6. Bardana
O consumo de bardana pode aumentar o fluxo de sangue no tecido mamário, facilitando o crescimento dos seios.

Além disso, a planta melhora o funcionamento dos órgãos reprodutivos.

Toma-se o chá ou come-se a planta (com regularidade) para alcançar esses resultados.

Para fazer o chá, ferve-se 1 litro de água e acrescenta a planta.

Espere esfriar e tome três xícaras ao longo do dia.

Pode-se tomar por duas semanas e, depois, pausar por sete dias.​
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Vimos em http://www.curapelanatureza.com.br

10 DIAS APÓS O ABORTO, OS MÉDICOS FICAM CHOCADOS QUANDO OUVEM BATIMENTOS CARDÍACOS NO VENTRE DESTA MULHER DE 31 ANOS!

Michelle e Ross Hui de Newbridge (Irlanda) estão muito felizes. Eles já são pais de duas crianças e estão prestes a aumentar a família, já que Michelle está grávida novamente. Durante 6 semanas e 2 dias, ela carrega o bebê na barriga. Mas, de repente, ela sente uma dor aguda no caminho para o trabalho.
Pouco tempo depois ela vê sangue nas suas calças. A mulher de 31 anos corre para o hospital com seu marido, onde seus piores temores são confirmados: um check-up completo mostra que ela perdeu o bebê. Michelle e Ross ficam arrasados.
Os médicos dão a Michelle dois comprimidos que são usados normalmente para provocar abortos. Neste caso, a função do remédio é “limpar” o útero, ajudando a prevenir infecções. A mãe confia nos médicos e engole as pílulas. Depois de uma noite no hospital, ela está autorizada a ir embora.

Em casa, ela recebe a visita de amigos e afoga suas mágoas numa garrafa de vinho. Após alguns dias, Michelle precisa fazer outro teste de gravidez, para checar se existem quaisquer sinais residuais de uma gestação. Como o resultado foi positivo, 10 dias depois ela volta ao hospital para se submeter a uma raspagem de útero. Mas o que acontece em seguida é inacreditável!


Quando os médicos do Hospital Rotunda, em Dublin, analisam o útero de Michelle uma última vez antes de fazer a raspagem, eles escutam o batimento cardíaco inconfundível de outro ser! Michelle está grávida, apesar de seu aborto. O que aconteceu foi que ela estava originalmente grávida de gêmeos, mas um deles não sobreviveu. O segundo bebê conseguiu ficar vivo, apesar dos médicos não saberem como isso foi possível!




“O médico saiu e voltou com um colega mais experiente, que repetiu o exame e, em seguida, disse: ‘Você não acreditar, mas nós encontramos um batimento cardíaco’ Essa foi a melhor sensação que eu já tive na vida”, diz Michelle. No final, a bebê Megan nasceu saudável e surpreendeu os médicos e seus pais.



Ninguém sabe se algum outro caso, semelhante a este, já aconteceu. Hoje com 18 meses, a bebê está saudável e é o orgulho de seus pais e de seus irmãos, Ma (4) e Noah (2). Um outro mistério é que ninguém sabe como foi possível que Megan não tenha aparecido nos primeiros exames. Os médicos dizem que a menina ficou escondida no ultrassom, encoberta por sangue e outros fluidos residuais do aborto.



O fato de Megan ter sobrevivido a um aborto espontâneo e também ao consumo de álcool de sua mãe sem qualquer sequela, é realmente um milagre!


Se você também ficou impressionado, compartilhe com todo mundo a história desta bebê!

Via: Não Acredito

ELA PEGOU O BEBÊ E FEZ ISSO NUMA PEQUENA PIA. O QUE A CÂMERA CAPTOU É ÚNICO

A enfermeira do berçário Francês Sonja Rochel tem uma maneira muito especial de banhar recém-nascidos. Sonja tem uma forma maternal de o fazer, segurando o bebê muito suavemente e com cuidado sob a água a uma temperatura ideal, passa as mãos sobre o pequeno corpo da criança.

A massagem a temperatura da água, na pia onde o bebê nasceu um pouco antes. Isso faz com que a transição para o novo mundo mais confortável. Os bebês ficam completamente relaxados e adormecem pacificamente nas mãos da enfermeira.






Este é um momento muito especial, ver como bebês confiam totalmente no cuidado prestado pela enfermeira, e apreciando as sensações produzidas pela massagem na água.

Compartilhe este vídeo maravilhoso e agradável, que revela a arte desta enfermeira e a reação do recém-nascido.

Via: Histórias com Valor

INCRÍVEL: MASSAGEIE ESTE DEDO POR 60 SEGUNDOS E VEJA O QUE ACONTECE NO SEU CORPO





Você sabia que pressionar os dedos das mãos pode influenciar outras partes do corpo? Sim, e isso com base na medicina chinesa e os seus mais de 5 mil anos de sabedoria. É que nos dedos, assim como em todo o corpo, há pontos energéticos capazes de combater sintomas e melhorar nosso estado de saúde.

QUER VER?
1. Massagear o dedo polegar para combater a falta de ar
O polegar está ligado ao seu coração e aos pulmões. Assim, se você se sentir palpitação ou falta de ar, tudo que precisa fazer é massagear o polegar e puxá-lo. E olha esta dica: se você passa mal ao viajar de avião, ônibus ou carro, segure o dedo polegar.
Segure por algum tempo, sem soltar (5 a 15 minutos). E pronto – acabou o sofrimento! Simples assim. Esta dica é ótima para as crianças que costumam enjoar quando andam de carro.

2. Massagear o dedo anelar para problemas no estômago
Se você está com problemas no seu aparelho digestivo, bastar massagear o dedo anelar, pois ele está ligado ao estômago.

3. Massagear o dedo indicador
O dedo indicador está intimamente conectado com o cólon. Portanto, se você está tendo problemas de constipação ou diarreia, tudo o que precisa é massagear o dedo indicador.

4. Massagear o dedo médio para acabar com insônia
Se você está sofrendo de insônia, experimente massagear o dedo indicador, pois ele estimula e melhora a noite de sono. Outro benefício desta massagem é que ela acaba com o enjoo quando estamos dentro do carro.

5. Massagear o dedo mindinho para aliviar enxaqueca e acabar com dores de garganta
As enxaquecas e dores de garganta ocorrem muitas vezes devido ao fluxo sanguíneo inadequado. Para resolver esses problemas, tudo que você tem que fazer é massagear o seu dedo mindinho.

É importante que você saiba que as palmas das mãos estão fortemente ligadas aos nervos do corpo. Por isso, é muito saudável bater palmas – isso estimula e libera energias retidas.

Quase todas as massagens que ensinamos neste post, à exceção da que é para tratar enjoos de carro, devem durar 60 segundos.

Via: Cura pela Natureza

O QUE O BICARBONATO FAZ POR SUA SAÚDE



O bicarbonato de sódio é provavelmente o remédio mais barato do mundo. E a maioria desconhece isso. É uma pena! Mas você que é leitor do nosso site é diferente e está bem informado em relação às curas naturais. Não é mesmo? Agora você vai ficar ainda mais informado. Estamos trazendo uns “segredinhos” do bicarbonato de sódio para a saúde.

Vamos começar! 

1) Depois de um exercício intenso e duro, você pode beber uma mistura de água (200 mL) e bicarbonato de sódio (uma colherinha) para aliviar os músculos.

2) Ponha um pouco de bicarbonato de sódio em uma escova de unhas para esfregar as unhas e remover sujeira e fungos.

3) Faça uma mistura de 3 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio, 1 colher (sopa) de óleo essencial de hortelã-pimenta, 1 colher (sopa) de sal e água morna. Use essa mistura para mergulhar suas mãos e pés por 20 minutos para aliviar coceira, dor, cansaço e mau cheiro (chulé).

4) Misture um pouco de bicarbonato de sódio em um copo de água. Use essa mistura para fazer gargarejos. Isso deixará seu hálito superfresco. Polvilhe um pouco de bicarbonato de sódio em sua escova de dentes e escove os dentes com ela. Substitui a pasta e é um dos melhores clareamentos caseiros de dentes.

QUER MAIS?
5) Aqui está um ótimo remédio para má digestão e refluxo: misture meia colher (chá) de bicarbonato de sódio com 2 colheres (sopa) de suco de limão ou vinagre de maçã orgânico. Você deve usar um copo grande para fazer esta mistura, porque ela vai espumar e subir até o topo do copo. Espere terminar de borbulhar e, em seguida, adicione 200 mL de água. Beba imediatamente.

Essa mistura vai normalizar o pH do estômago e vai ajudar a aliviar o refluxo ácido e criar um ambiente alcalino no seu sangue. Ela também funciona como um preventivo contra derrames.

ACABOU?
Ainda há mais uma dica: beba um copo (200 mL) de água com meia colher (chá) de bicarbonato de sódio dissolvido. Faça isso duas vezes por dia. Esta solução protegerá você de infeções urinárias.

Observação: Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico/dentista

Mãe descobre que é “alérgica” à gravidez



Grandes manchas vermelhas apareceram na barriga da britânica Fiona Kerrigan no sexto mês de gestação.
Fiona Kerrigan, uma mãe de primeira viagem, notou que havia algo errado com a sua barriga no sexto mês de gravidez. De acordo com informações doDaily Mail, a britânica de 25 anos foi diagnosticada com erupção polimórfica da gravidez (PUPP), uma reação alérgica provavelmente relacionada ao fato de a pele estar se esticando até o limite. Os médicos ainda não têm certeza sobre as causas das erupções.

Normalmente, as manchas vermelhas aparecem ao redor das estrias e podem se espalhar pelo corpo. Elas costumam coçar, mas não oferecem perigo nem à mãe, nem ao bebê e desaparecem naturalmente depois do parto.

Fiona deu à luz seu filho, Leon, em janeiro de 2015 e há muito tempo não tem mais as manchas na barriga. Mas ela contou ao jornal britânico recentemente como descobriu a alergia: “Eu tinha algumas estrias na minha barriga; elas eram vermelhas, coçavam e, de repente, começaram a ficar saltadas. A partir daí, elas se alastraram como um incêndio pelo meu corpo. Tinha listras vermelhas como um tigre pela minha barriga e manchas vermelhas pelo meu corpo. Elas estavam em todos os lugares, pelos meus braços, pernas e até nas palmas das minhas mãos”.


Barriga de Fiona hoje em dia (Foto: Reprodução)

Ela, que mora em Port Glasgow, no Reino Unido, disse ainda: “Foi absolutamente horrível. Durante a gravidez fiquei muito preocupada em ter estrias e estava feliz de ter conseguido evitá-las pela maior parte da minha gestação, então, quando isso aconteceu com meu corpo, foi horrível”. Depois de se consultar com médicos e doulas, ela descobriu que tinha PUPP. “Essencialmente, o médico disse que eu estava tendo uma reação alérgica à minha gravidez”.

Os médicos recitaram loções para diminuir a coceira, mas foi só depois do nascimento de Leon que as manchas começaram a desaparecer. “Apesar de ter sido horrível, tudo valeu a pena”, afirmou Fiona ao site. “Assim que segurei meu filho nos braços, esqueci o que passei e teria outro filho, mesmo sabendo que isso poderia acontecer de novo. Agora finalmente tenho meu corpo de volta, tenho um menininho saudável e não poderia estar mais contente”.





Vimos em http://revistacrescer.globo.com/

Truque para fazer ovos quadrados: Vídeo ensina a preparar em casa



Mesmo quem não possui prática alguma na cozinha é capaz de fazer um ovo cozido sem qualquer dificuldade. E já que o preparo é simples, que tal ousar e surpreender convidados com um ovo quadrado? O truque, indicado pelo canal no YouTube “Manual do Mundo”, exige apenas régua, lápis, elásticos, fita adesiva e uma caixa de leite.

Corte uma caixa de leite formando uma espécie de cruz, separada em quadrados de 3,5cm de lado medidos com uma régua para formar um cubo, unindo as partes com fita adesiva. Em seguida, descasque um ovo cozido e encaixe dentro do cubo com delicadeza e feche com elásticos. Deixe esfriar por uma hora e pronto. Confira o passo a passo no vídeo abaixo:






Vimos em http://www.bolsademulher.com

Como dar adeus à flacidez das coxas e braços com 2 dicas e 1 procedimento caseiro



A flacidez é um dos problemas que mais incomoda as mulheres e seu aparecimento se deve a diversos fatores. O envelhecimento natural e o efeito sanfona (aquele eterno engorda-emagrece) são alguns deles, mas a boa notícia é que o problema pode ser combatido com a ajuda de técnicas simples e bastante eficazes.

Como combater a flacidez

Atividade física
Os exercícios são fundamentais para aumentar o tônus e o volume muscular, ajudando a combater a flacidez. Além da atividade aeróbica, que queima a gordura acumulada, é importante investir nos exercícios de força, como a musculação. Coxas e braços costumam ser as regiões mais beneficiadas – o famoso “tchauzinho”, por exemplo, nada mais é do que o músculo flácido. Aquela dobrinha que fica entre o vão das coxas, também.




Combinar atividade aeróbicas e musculação é o primeiro passo para combater a flacidez

Alimentação

A pele é formada por diversos tipos de proteínas, entre elas o colágeno, responsável pela firmeza do tecido. Com o passar dos anos, o colágeno deixa de ser produzido naturalmente, mas pode ser reposto com a alimentação adequada. Alimentos de origem animal, como carnes, leite e ovos são fontes de colágeno, que também pode ser encontrado na forma de cápsulas. Para melhorar sua absorção, invista em alimentos ricos em vitamina C.

Cirurgia para flacidez
Em alguns casos, como em pessoas que emagreceram muitos quilos com ou sem cirurgia bariátrica, a flacidez é tão grande que a cirurgia plástica é a melhor alternativa. Há procedimentos que eliminam o excesso de pele e também de gordura de diferentes regiões de corpo. Para saber qual é a intervenção mais indicada para o seu caso, procure uma clínica especializada com profissionais qualificados.

Vimos em Bolsa de Mulher

Fiz luzes e meu cabelo está quebrando. O que fazer?



Descolorir o cabelo é uma das estratégias mais usadas pelas mulheres quando o desejo é ficar loira. Mas a técnica pode danificar e quebrar os fios. Quer evitar o problema? Veja a seguir o que fazer.

Luzes no cabelo: como a técnica danifica o fio
A dermatologista Natalia Cymrot, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que a descoloração é feita com produtos contendo o peróxido de hidrogênio (água oxigenada) e um agente oxidante, que abre a cutícula do fio para que o descolorante retire o pigmento de dentro dele.

O pigmento retirado, a melanina, tem a função de proteger os fios contra a radiação ultravioleta e outras agressões externas. Assim, a descoloração dos fios sempre os enfraquece, tornando-os mais secos, porosos e quebradiços.

Descoloração do cabelo: como minimizar o dano
Uma alternativa é usar produtos descolorantes derivados da amônia, que agridem menos os cabelos. Deve-se também evitar descolorir fios já danificados ou optar por tratamentos mais leves. O ideal é que a descoloração seja parcial e não em todos os fios, e que haja um espaçamento entre as sessões.

Depois de fazer as luzes, faça hidratações de uma a duas vezes por semana em casa ou no salão. Existem máscaras específicas para cabelos quimicamente tratados. Aposte nelas.

Cabelo quebrando após descoloração: o que fazer?

1-Se você estiver com o fio de cabelo elástico e quebradiço a recuperação é bem mais difícil. O ideal é apostar em tratamentos e produtos que façam uma reconstrução dos fios, devolvendo elementos perdidos, como vitaminas, lipídios, minerais e aminoácidos.

2-Também é fundamental dar um tempo ao secador, chapinha e outros tratamentos químicos.

3-Corte o cabelo de 3 em 3 meses.

4-Prefira desembaraçar o cabelo no banho, quando os fios estão mais maleáveis, e evite movimentos muito bruscos.

5-Na hora de secar, apenas envolva a toalha nos fios e dê apertões leves. Não esfregue ou torça os fios.

6-Aposte em um leave-in hidratante.

7-Só saia ao sol com protetor solar capilar.


Vimos em Bolsa de Mulher

Manjar de amendoim



Ingredientes
  • 1 litro de leite
  • 1 pote de passa de amendoim
  • 4 colheres sopa de maisena
  • 1 lata de leite condensado
  • Cobertura ao seu gosto (pode ser com Karo)
Modo de Preparo
1. Na panela coloque os ingredientes, leve ao fogo, mexendo sempre, por 10 minutos, até que a mistura engrosse

2. Depois retire coloque em uma forma de pudim molhada

3. Leve à geladeira por 2 horas

4. Depois desse tempo desinforme e sirva acompanhado da cobertura

5. Tempo de Preparo: 20min



Vimos em http://receitasmagicas.com.br

Veja razões ÓTIMAS para comer mais banana com aveia: da balança até o lado sentimental



Se a tradicional “papinha” de banana com aveia fez parte da sua infância, mas a mistura anda meio esquecida na vida adulta, saiba que existem vários bons motivos para que a saudável combinação volte ao seu cardápio, já que ela promove benefícios para o corpo, para dieta e até mesmo contribui para o lado sentimental.

Um prato de banana com aveia é capaz de proporcionar bem-estar emocional porque tanto a fruta quanto o cereal estimulam a produção de serotonina, um dos principais neurotransmissores responsáveis pelo prazer, felicidade, energia e euforia.

A aveia, por exemplo, contém altas doses de triptofano, substancia que turbina a liberação de serotonina no cérebro. Além disso, é rica em selênio, que colabora para a produção de energia. A banana, por sua vez, é boa fonte de duas substâncias que auxiliam o humor: carboidratos e vitamina B6. Enquanto a primeira estimula a produção de serotonina, a segunda garante mais disposição.
Benefícios da banana para a dieta



Uma poderosa combinação de nutrientes faz da banana uma grande aliada da saúde e da perda de peso. Ela tem baixo teor de gordura e ajuda a secar medidas porque faz o intestino funcionar bem, evita retenção de líquidos e possui um alto poder de saciar a fome.

A fruta ainda é fonte de vitaminas, minerais, e ótima para quem pratica atividades físicas, já que fornece energia e evita as câimbras e a fadiga muscular, turbinando os exercícios e os resultados da academia.

Benefícios da aveia para a dieta



A aveia é bastante conhecida entre pessoas que procuram emagrecer com saúde, já que facilita a digestão e é rica em fibras solúveis e insolúveis, que ajuda na redução de gordura. Além disso, o alimento ainda controla problemas como a pressão alta, a diabetes e o colesterol ruim.

Banana com aveia para emagrecer




Tanto a banana quanto a aveia são ricas em calorias e, por isso, devem ser consumidas em pequenas quantidades por quem está de dieta. Usar apenas uma banana e uma colher de aveia por prato e evitar adicionar açúcar, mel, achocolatado ou leite integral é a opção mais indicada para evitar ganho de peso.

Vale lembrar ainda que a melhor banana para usar na mistura é a banana-maçã, que é a menos calórica, ou mesmo a banana verde, na forma de biomassa. Entre os diferentes tipos de aveia, prefira o farelo, que possui mais fibras do que os flocos ou a farinha e promove muito mais saciedade.

Vimos em Bolsa de Mulher

Nutricionistas afirmam: tome esta receita todas as manhãs e a gordura da sua barriga vai sumir



A receita que vamos ensinar neste post está fazendo grande sucesso nos Estados Unidos.
E está sendo recomendada até por nutricionistas daquele país.

Os médicos geralmente dizem que os intestinos preguiçosos são os culpados pelo excesso de gordura da barriga, pois impedem o processo de queima de gordura, bem como a eliminação de impurezas do corpo.

No entanto, nutricionistas americanos afirmam que há uma solução e é muito simples.

Segundo eles, a solução é um coquetel saudável que deve substituir o café da manhã.

A preparação dessa bebida é extremamente fácil.
E o resultado é surpreendente.

Quem tomou garante ter perdido de 1,5kg a 2kg, especialmente na região do abdome, após um mês de consumo.

Você não vai apenas perder peso.

Vai também se sentir melhor, mais saudável e seu cabelo e unhas ficarão mais fortes e bonitos.

O que é que esta receita tem de tão especial?

A composição dela é muito rica em nutrientes e antioxidantes.

É uma fórmula bem balanceada e que foi desenvolvida para garantir uma perda saudável de peso.

Como é a receita

É tudo muito simples.

Você vai precisar de seis ameixas secas.

Coloque-as em 100mL de água fervida.

Deixe-as a permanecer assim por cerca de 10 minutos.

Noutro recipiente, coloque duas colheres (sopa) de farinha de aveia, uma colher (chá) de sementes de linhaça e uma colher (sopa) de cacau puro em po em uma tigela.

Adicione 300mL de kefir ou iogurte natural (tem que ser natural mesmo, sem nenhum adoçante) e misture tudo bem.

Pique as ameixas secas e adicione-as à mistura.



Então, deixe o coquetel na geladeira durante a noite/madrugada.

No outro dia, assim que acordar, você vai tomar esta bebida.

Você deve consumi-la todas as manhãs com o estômago vazio, substituindo o café da manhã.

Não tem prazo para tomar.

Você pode consumir durante 30, 60, 90 dias ou mais, pois, antes de ser uma fórmula emagrecedora, esta bebida é um excelente alimento.

Você vai adorar os resultados.

Além de emagrecer, vai se sentir bem mais saudável e sua aparência vai melhorar muito.

fonte: www.curapelanatureza.com.br/2015/10/nutricionistas-afirmam-beba-esta.html

4 tipos de dor de cabeça que podem ser sinal de AVC: aprenda a identificar



Estresse, fome, postura e cansaço são alguns dos fatores que costumeiramente associamos à dor de cabeça, um sintoma chato, mas que todo mundo (ou quase) já sentiu na vida. Mas existem situações em que ela não deve, de maneira nenhuma, ser ignorada. A seguir, o neurologista Renato Anghinah, do Hospital Samaritano (São Paulo), explica em quais situações a dor de cabeça é preocupante e pode sersinal de um AVC. Confira a seguir.

Dor de cabeça: tipos graves que podem ser AVC
O neurologista explica que existem tipos de dor de cabeça que são mais preocupantes e, para identificá-los, é preciso observar o padrão, frequência e evolução da dor. Por exemplo, caso a dor não melhore ou apareça frequentemente, o ideal é procurar um médico para tratar o problema.

Além disso, existem algumas características da dor que indicam que você deve procurar um serviço médico de urgência em função do risco de ter um AVC. São elas:

Dor de cabeça súbita
A dor de cabeça que surge de repente e em poucos segundos se torna muito intensa merece toda sua atenção. Isso porque, de acordo com Renato Anghinah, pode se tratar de uma ruptura ou distensão de aneurisma cerebral

A ruptura de um aneurisma gera um Acidente Vascular Cerebral (AVC), ou seja, o extravasamento de sangue do vaso para o tecido cerebral.

A confusão entre os sintomas pode causar demora em procurar atendimento e agravar as sequelas do AVC.


Um AVC hemorrágico acontece quando um vaso “estoura” no cérebro

Dor de cabeça incomum
Caso a dor seja fora do comum, ou seja, diferente do incômodo que aparece com mais frequência e a que você, de certa maneira, já está acostumado, procure um serviço médico. Um novo sintoma pode ter causas mais brandas – como postura, alimentação ou estresse –, mas também pode estar relacionado a um derrame.

Acompanhada de outros sintomas
Se a dor for acompanhada de outro sintoma de origem neurológica, como fraqueza muscular, confusão mental, alteração visual, dificuldade de fala ou ao caminhar, por exemplo, é indicado ir ao pronto-socorro imediatamente.

Acompanhada desses hábitos
Renato Anghinah explica que pessoas que cultivam alguns maus hábitos de saúde ou têm algumas doenças têm mais chances de ter um AVC isquêmico ou hemorrágico. São eles:
  • Consumo excessivo de bebida alcoólica;
  • Tabagismo;
  • Pressão alta;
  • Sedentarismo;
  • Diabetes;
  • Uso de drogas;
  • Estresse.

Vimos em http://www.bolsademulher.com

Beba isso e melhore sua circulação, digestão e metabolismo (e ainda perca celulite)


Chás naturais, shakes e sucos detox são boas opções que podemos incluir no cardápio paraacabar com a retenção de líquido, eliminar toxinas e consumir nutrientes que muitas vezes deixamos de fora das refeições. Além de contribuírem para a saúde, bebidas do gênero ainda podem trazer benefícios estéticos, combatendo envelhecimento precoce e até mesmo eliminando celulites.

Em seu perfil no Instagram, Patricia Davidson Haiat, nutricionista funcional responsável pela dieta de várias celebridades brasileiras, indicou um poderoso suco promove união de alimentos diuréticos com os que facilitam a digestão, circulação sanguínea, ativação do metabolismo e os que colaboram com a desintoxicação do corpo, resultando em uma melhor resposta ao processo inflamatório da pele, diminuindo os indesejáveis furinhos. Conheça a receita:
Suco verde anticelulite




Conheça o suco que traz benefícios à saúde e ainda combate a celulite

Ingredientes:

1 colher de sobremesa de salsa
1 folha de couve manteiga
1 fatia de abacaxi
200 ml de água de coco
3 folhas de hortelã
Suco de 1/2 limão

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador e tome gelado.

Vimos em Bolsa de Mulher

A “doença do mofo”: 15 sinais de que você tem esse problema e o que fazer para combater


O mofo é um problema muito sério de saúde
Você pode não ser capaz de ver ou sentir o cheiro.

No entanto, esse fungo pode estar crescendo em sua casa e pode ser o motivo de você se sentir doente.

O envenenamento por mofo, em síntese, pode estar afetando sua saúde.

Infelizmente a medicina convencional não acredita que a exposição ao mofo seja um grande problema.

Além disso, é difícil de diagnosticar alguém com toxicidade causada pelo mofo.

Este problema pode ser confundido com muitas outras condições e os sintomas são inespecíficos.

Mas o fato é que o mofo é um grande inimigo da saúde.

Mulheres grávidas, bebês e idosos estão entre os que mais sofrem com este tipo de problema.

Os esporos produzidos pelo mofo podem dar início ou agravar casos de asma, além de transmitir bactérias que podem causar infecções graves.

Com a umidade e o calor, é comum o aparecimento de mofo nas paredes da nossa casa.

Ele pode aparecer em qualquer canto úmido.

Mas o que é o mofo?
Trata-se de vários tipos de fungos que crescem em filamentos e se reproduzem através da formação de minúsculos esporos que brotam e voam, invisíveis aos olhos.

É um problema tão perigoso que pode até afetar o sistema nervoso central.

A consequência mais comum de um ambiente com mofo são sintomas, nas pessoas que frequentam o local, como irritação na garganta, na pele, tosse olhos vermelhos e problemas respiratórios.

E existem mais problemas: as vítimas do mofo correm sério risco de adquirirem uma rinite ou sinusite crônicas.

Têm sido associadas ainda ao efeito do mofo hemorragias pulmonares, insuficiências do sistema imunológico, fadigas e dores de cabeça, variações de humor e câncer.

A “doença do mofo” faz parte da “síndrome do edifício doente” (SED), uma resposta inflamatória sistêmica adquirida após a exposição ao interior de um edifício contaminado com organismos toxigênicos, incluindo o mofo.

E seus principais sintomas são:


1. Problemas de memória, confusão mental, falta de foco

2. Fadiga, fraqueza, mal-estar pós-exercício

3. Cãibras, dor nas articulações, dores pelo corpo

4. Dormência e formigamento

5. Dor de cabeça

6. Sensibilidade à luz, olhos vermelhos, visão turva

7. Rinite, sinusite, tosse, asma

8. Tremores

9. Vertigem

10. Dor, náuseas, diarreia, alterações do apetite abdominais

11. Gosto metálico

12. Ganho de peso apesar do esforço para emagrecer

13. Suores noturnos ou outros problemas com a regulação da temperatura

14. Sede excessiva

15. Aumento do volume da urina

E o que fazer para combater este mal?
Fique atento a qualquer infiltração de água.

A umidade é o maior criadouro de mofos.

Casa bem arejada e limpa também é garantia contra o mofo.

Por isso é preciso evitar o acúmulo de objetos dentro de casa, assim como tapetes e cortinas, que dificultam a limpeza.

Para remover o mofo dos azulejos do banheiro e cozinha, faça uma mistura de 100 mL de agua sanitária diluída em um litro de agua.

Com a ajuda de uma esponja, esfregue esta solução nos lugares com mofo e deixe agir por cinco minutos; depois, lave com água abundante.

Para remover o mofo do teto e das paredes, o ideal é procurar produtos no supermercado que são específicos para isso.

Eles têm um alto poder antimofo e limpam totalmente o mofo das paredes e teto.

Antes de passar o produto, limpe o teto ou paredes com a solução de água sanitária e água, retire todo o excesso de mofo e aplique o produto antimofo no local, deixe agir por um dia e veja o resultado.

Para evitar o aparecimento de mofo nos armários e guarda-roupas, mantenha sempre uma limpeza constante com um pano úmido e um pouco de vinagre, deixe as portas abertas para secarem totalmente e continue o uso normal.

Existe também uma receita (mais natural) para acabar com o mofo usando óleo essencial de melaleuca.

Este óleo é bom para tratar problemas respiratórios, além de combater vírus e bactérias.

Não sabe onde encontra o óleo essencial de melaleuca?

Em boas lojas de produtos naturais.

Na internet, há lojas virtuais de aromaterapia que vendem o produto.

Vamos à receita, que é muito fácil.

INGREDIENTES
1 litro de água

5 colheres (de café) de óleo essencial de melaleuca

MODO DE PREPARO
Misture os ingredientes e coloque num borrifador.

Em seguida, aplique a mistura nos móveis, paredes, portas e janelas uma ou duas vezes por semana.

Nas superfícies de madeira, borrife num pano e depois passe esse pano na região mofada.

Nas paredes, depois de borrifá-las bem, esfregue com uma esponja de lavar pratos.

O produto dura em média seis meses.

Vimos em http://www.curapelanatureza.com.br

Mistura simples de fazer combate caspa, evita a queda e deixa o cabelo incrivelmente lindo



Já imaginou um remédio caseiro que mistura alecrim e óleo de coco?
Pois é isso que você vai aprender agora.

Este remédio é excepcional para o tratamento de cabelo.

Ele embeleza, combate a caspa e fortalece os fios, evitando a queda cabelo.

O alecrim é uma das maravilhas da natureza.

Ele tem amplo uso medicinal e também é usado em muitos tratamento de beleza caseiros.

O alecrim é muito rico em vitaminas e minerais, como vitamina B6, vitamina B2, vitamina A, vitamina C, ferro, magnésio, fósforo, zinco, cálcio e outros antioxidantes.

Graças a essa riqueza nutricional, o alecrim faz maravilhas no cabelo.

Há pesquisas mostrando que uma das principais ações do alecrim é melhorar a circulação no couro cabeludo.

Essa ação aumenta a absorção dos nutrientes fornecidos para o couro cabeludo.

E este é mais um motivo de o alecrim ser excelente para os cabelos.

E o óleo de coco não fica atrás!

Ele é um maravilhoso hidratante para os cabelos.

Facilmente absorvido, ele faz uma profunda limpeza no couro cabeludo.

Ele trata, amacia, suaviza e fortalece os fios.

Faça esta receita e comprove o poder dela:

INGREDIENTES
1 xícara de folhas frescas de alecrim ou meia xícara da planta seca

Meia xícara de óleo de coco extravirgem

MODO DE PREPARO
Em fogo médio, misture os ingredientes até o óleo aquecer.

(Não é para ferver! É para aquecer!)

Desligue o fogo e espere esfriar.

Coe as folhas e despeje o óleo em um recipiente.

Está pronta a receita.

Outra forma de preparo é bater os ingredientes no liquidificador antes de aquecê-los no fogo.

MODO DE APLICAÇÃO
Massageie o couro cabeludo e os fios de seu cabelo com o óleo.

Em seguida, enrole o cabelo em uma touca de banho.

Deixe a a mistura agir por 20 minutos ou você pode deixar secar para uma penetração mais profunda.

Retire e lave os cabelos com seu xampu.

Pode usar de duas a três vezes por semana.

Por segurança, aplique um pouco na pele e espere alguns minutos para ver se ocorre alguma reação alérgica.

A validade desta receita é, em média, de duas semanas.

Vimos em Cura pela natureza

Se o seu filho quiser se sentar nesta posição, não deixe! O motivo? Eu não fazia ideia.

À medida que as crianças crescem, elas aprendem devagarinho muitas coisas. Enquanto bebês, os pequenos começam a gatinhar e a se sentar. Mais tarde, aprendem a andar e depois, a correr. Nos primeiros anos, as crianças passam muito tempo no chão e sentar-se é uma das primeiras habilidades que as levam a treinar seus músculos. Para elas, se sentar é um desafio que surge antes mesmo de aprender a caminhar.

Mas os médicos do instituto Penfield Children'S Center, nos Estados Unidos, descobriram que os bebês podem adotar, muito rapidamente, uma postura incorreta. De acordo com o estudo, muitas crianças gostam de se sentar numa posição conhecida como "W" enquanto brincam... mas isso é prejudicial para sua futura vida adulta!

Youtube/Penfield Children

Cientistas da Universidade de Louisville, nos Estados Unidos, têm observado frequentemente este hábito em crianças com paralisia cerebral. Muitas vezes, as crianças sofrem por terem músculos mal formados ou subdesenvolvidos devido à doença e se sentam nesta posição porque ela exige pouca força.

Para crianças saudáveis, no entanto, isso pode ser muito negativo, porque os impede de treinar seus músculos desde cedo. Além disso, esta posição em 'W' faz com que as articulações e tendões sejam utilizados de maneira incorreta - o que pode causar problemas na idade adulta.

Youtube/Penfield Children


Como as crianças que se sentam ao estilo 'W' acabam limitando os movimentos da parte superior do seu corpo, elas não deveriam ficar muito tempo nesta posição. Devido aos joelhos e quadris torcidos, o corpo emprega mais esforço na região das coxas, nádegas e no tendão do calcanhar, sobrecarregando estas regiões. Dessa forma, os tendões acabam se encurtando ligeiramente e ficar sentado em 'W' durante muito tempo pode afetar a estabilidade do sistema muscular.

Youtube/Penfield Children

Felizmente, existem muitas outras posições que podem ser facilmente ensinadas: pernas cruzadas, ambas as pernas para frente, ou ambas as pernas dobradas para um lado. O importante é que a criança possar girar em todas as direções, permitindo que os músculos sejam treinados. Isto é particularmente importante para bebês e crianças pequenas.

Youtube/Penfield Children

Portanto, não deixe que seu filho se sente ao estilo 'W'. Evite que isso se torne um hábito. Você deve incentivar a criança a mudar e variar a sua posição sentada.

Youtube/Penfield Children

Compartilhe esta informação importante com todos que você conhece. A maior parte dos pais (ou outros responsáveis) desconhece os efeitos prejudiciais desta maneira de sentar. Então, é fundamental que a notícia se espalhe e chegue à todos.

PUBLICIDADE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...