Sabes qual é a posição certa para dormir bem? É esta! Desta forma vais descansar o dobro!

Se dormires da forma correta, vais sentir e notar que descansaste muito mais, e vais iniciar o dia com outra energia. Há várias formas de dormir, e normalmente cada pessoa escolhe a que acha mais confortável, mas se dormires da forma aconselhável, o teu corpo irá descansar bem mais!


1) Posição supina (apenas 30% das pessoas usam esta posição)

Encontrar a melhor posição para dormir significa procurar a melhor postura que ajuda mais o sono sem danificar as suas costas e o pescoço. Como toda a gente sabe, existem muitas doenças que podem resultar de uma má postura. Por este motivo, o conselho é dormir sempre, ou pelo menos sempre que possível, em posição supina, ou seja, de barriga para cima. Desta forma terá a possibilidade de impedir possíveis dores nas costas, mas também de evitar tensões nas articulações, no colo do útero e nas mandíbulas. Seria ótimo também ter uma almofada adequada, não muito mole.

Também o colchão é importante! Deve ser capaz de suportar o peso da pessoa, e ser robusto e resistente, mas também permitir que as curvas fisiológicas das costas sejam mantidas e não comprometidas.

2) Posição fetal (60% das pessoas usam esta posição)

Para aqueles que não conseguem de maneira nenhuma dormir na posição supina (e no caso iriam passar a noite sem dormir) poderiam tentar a assim chamada posição fetal (uma possível alternativa), que significa ficar deitado de um lado agachado. É necessária principalmente no caso de sofrer de dor cervical ou de labirintite, especialmente se surgirem problemas inclinando a cabeça.

A altura da almofada é sempre um fator importante, porque a espinha deve manter um alinhamento adequado. Além disso noite após noite, é bom mudar o lado onde costuma dormir. Não devemos deitar para lado direito, no entanto, se sofremos de refluxo, pois esses sintomas poderiam agravar-se ainda mais.

3) Posição de bruços (7% das pessoas usam esta posição)

A posição para dormir, que deve ser evitada a todo custo, é a posição de bruços, ou seja com a barriga para baixo, pois pode dar origem a uma grande variedade de problemas. Este tipo de postura na cama, na verdade, pode gerar tensões da articulação lombar e da articulação temporomandibular.

Na prática, as costas estão em hiperlordose, com consequências negativas obviamente, enquanto a cervical permanece durante muitas horas virada para uma única direção. Além disso, o facto de que a mandíbula seja apoiada na almofada por muito tempo a força à assumir uma posição errada. Com o passar do tempo, portanto, podem nascer desequilíbrios a nível muscular, mas também a nível ósseo e articular, com o risco de ter que lidar com uma dor debilitante e crônica.

4) Posição tronco (3% das pessoas usam esta posição)

É muito semelhante à posição fetal, mas o corpo é mais alongado. A pessoa em questão dorme de lado com ambos os braços esticados para fora, e como a posição fetal, é uma excelente postura. Há, finalmente, casos especiais nos quais se deve prestar atenção: quem ronca muito, assim como aqueles que sofrem de apneia do sono, por exemplo, mais que a posição supina deveriam adaptar a fetal.

No caso em que um roncador não possa evitar de dormir com a barriga para cima enquanto dorme, deveria ajustar a almofada em maneira que o problema não se mostre, abaixando-o ou elevando-o conforme o caso (mas às vezes poderia ser necessário até ter que eliminá-la totalmente). A posição fetal deveria ser a favorita também das mulheres grávidas, especialmente durante os últimos meses de gravidez, quando o peso da barriga começa a tornar-se significativo e a ser fundamental.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...