Após beijo de adulto, bebê de 1 ano pega herpes e é internado




Amy Stinson mãe de Oliver, de 1 ano e 3 meses, ambos britânicos, ficou completamente apavorada e desesperada ao ver a pele de seu filho cheia de lesões. Com pesar, a mãe levou seu bebê ao hospital e recebeu a noticia, Oliver havia contraído a vírus da Herpes através de um beijo recebido por um adulto infectado.

O bebê permaneceu internado por longos 4 dias para que fosse curado e em seu Facebook pessoal Amy fez um alerta a todos com fotos do corpo do filho escreveu “Isso é o que acontece com bebês quando entram em contato com alguém com herpes. Oliver agora tem o vírus do herpes e o terá para vida toda. Pense antes de beijar um bebê da próxima vez”.
A publicação foi viral e atingiu mais de 13 mil compartilhamentos.

Os vírus do herpes simples aparecem em duas variações. O tipo 1 atinge principalmente os lábios. E o seu primo, o tipo 2, promove as lesões genitais. “Eles são transmitidos por contato direto e nem sempre os sintomas aparecem de imediato”, conta o infectologista Roberto Florim, do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. Pensou no beijo na boca? Sim, ele pode disseminar o problema.

Uma vez no corpo, o vírus se instala na cadeia ganglionar, onde permanece em estado de dormência. “Estresse, febre, infecções e alta exposição ao sol podem despertá-lo”, diz o dermatologista Leonardo Abrucio Neto, do Hospital Beneficência Portuguesa, na capital paulista. “Quando o vírus 1 é ativado surgem feridas nos lábios, na face e até mesmo no nariz, em forma de bolhas agrupadas que lembram um cacho de uvas”, descreve Florim. As terminações nervosas são afetadas, enviando ao cérebro uma constante mensagem de dor, além de sinais de coceira e de queimação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...